terça-feira, 29 de agosto de 2017

ROMANCE FORENSE

Charge de Gerson Kauer
Doutor, devolve os honorários! 

Há quatro anos o caboclo recebe uma belíssima quantia em dinheiro, por meio de precatório, decorrência de uma demorada ação previdenciária. Meio rico, muda de cidade e vai morar a 400 km de distância.

Um dia desses, retorna ao escritório do advogado exitoso.

- Senhor Fulano, quanto tempo... Tudo bem?

- É, vamos indo...

- O que o traz por estas bandas?

- Doutor, eu estou agora no sul do Estado e por lá todo mundo fala que o senhor cobrou errado de mim.

- Como assim? Está aqui a prestação de contas, o valor dos depósitos judiciais...

- Mas quem tinha que pagar o senhor era o INSS, não eu! Então, eu queria ver se o senhor não devolve pelo menos a metade...

O advogado controla-se para não se irritar.

- Olha, meu senhor, creio que está confundindo honorários de sucumbência com honorários contratuais. Mas não se preocupe, eu lhe explicarei, pois nem mesmo alguns operadores do Direito sabem essa diferença.

E segue-se a explicação que, ao final, é acatada pelo cliente.

- Mas então vocês advogados recebem duas vezes?

- Basicamente, sim. Em alguns casos, quando não há compensação...

- O que é isso?

- Ah... é uma longa história. Quase tão grande quanto à acima, mas trágica.

- Hummm... mas recebem então duas vezes?

- Às vezes sim.

- É, vocês merecem também, né? Estudam tanto...

- Nem todos. Alguns até contestam sua própria ação, outros ingressam com ação judicial em nome de pessoa falecida... tem de tudo.

- Então tá explicado, doutor. Vou-me embora. Mas... não tem como devolver, então, pelo menos só uns 10%?

O advogado controla-se, pronuncia um vigoroso “não” e se encaminha para levar à porta, quase compulsoriamente, o caboclo, quando esse procura se desculpar: 

- É que já gastei tudo!...

Fonte: www.espacovital.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário