terça-feira, 5 de novembro de 2019

A TESTEMUNHA QUE ACEITA O CONVITE PARA BEBER

A TESTEMUNHA QUE ACEITA O CONVITE PARA BEBER

Charge de Gerson Kauer
Na Vara do Júri de comarca paulista, o juiz presidente da sessão é informado pelo oficial de justiça que uma das testemunhas a ser ouvida, deveria estar bêbada pois exalava cheiro de álcool e não dizia coisas com nexo. 

Ainda assim, para certificar-se da informação e como era testemunha presencial, o magistrado manda chamar o homem para a sua qualificação. 

Ele senta-se no lugar apropriado, em cadeira que estava no meio do Plenário, frente ao microfone, e o juiz determina: 

- O senhor, por favor, levante-se!

A testemunha ergue-se com alguma dificuldade.

O magistrado pergunta o nome e o endereço da testemunha, cujas respostas são arrastadas.

- O senhor bebe? - questiona o juiz.

A testemunha, com voz pastosa e arrastada, responde: 

- Aceito sim senhor”. 

Diante das gargalhadas gerais do próprio juiz, do promotor, do advogado de defesa, dos serventuários e da platéia que a tudo assiste, nada mais disse e nem lhe é perguntado...

Fonte: www.espacovital.com.br - Publicação em 06.03.12 

Nenhum comentário:

Postar um comentário