quinta-feira, 6 de abril de 2017

No Egito, as bibliotecas eram chamadas “tesouro dos remédios da alma”. De fato, nelas curvava-se a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e origem de todas as outras. (Jacques-Benigne Bossuet, orador sacro e escritor francês, 1627-1704)

Nenhum comentário:

Postar um comentário