quinta-feira, 14 de setembro de 2017

NÃO TROPECE NA LÍNGUA


CANHOTO, DIUTURNO, ENUNCIAR, EXPERTO, GOLS

> Canhestro, canhoto

Seu emprego na fábrica de artefatos manuais, na seção de miniaturas de palha, não durou uma semana, porque ele era canhestro.

Ninguém perde o emprego só por ser canhoto, não é mesmo? Canhoto é palavra usada para designar pessoa mais hábil com a mão esquerda; o contrário, para chamar quem utiliza mais a mão direita, é destro ou manidestro. Canhestro significa inábil, desajeitado, desengonçado. A propósito: quem utiliza as duas mãos com a mesma facilidade é ambidestro.

> Diuturno, diurno

Passou suas noites e dias à cabeceira dos doentes, mas esse trabalho diuturno jamais foi reconhecido pela direção do hospital.

Diuturno é o que tem longa duração; contínuo; que acontece ou se sustenta por muito tempo. Diurno é o que se faz ou acontece num dia (movimento diurno) ou que se faz ou acontece de dia, durante o dia (contrário de noturno).

> Enunciar, enunciação, anunciar

A aplicação da fórmula enunciada no decreto foi contestada de imediato.

Enunciar = exprimir, declarar, expor. Enunciação ou enunciado = expressão, declaração, proposição. Anunciar = dar a conhecer, noticiar, pôr anúncio de; indicar; predizer.

> Esperto, experto

Que menino interessante e esperto!

Esperto quer dizer arguto, vivo. Também há experto, com x: aquele que tem experiência ou conhecimento prático, o perito, o especialista, que muitas vezes é chamado entre nós pelo original inglês “expert”, por causa da pronúncia idêntica de experto e esperto.

> Gol, gols, golos, gois

Foram seus belíssimos gols que lhe justificaram a fama.

Entre as possibilidades de plural, a mais utilizada é aquela à moda inglesa: gols (o inglês mesmo é “goals”). Há pelo menos 20 anos as novas edições de dicionários admitem o plural à inglesa e toda a imprensa escreve gols. No Brasil praticamente não se usa nem golos (termo lusitano) nem gois (forma artificiosa).

Fonte: www.linguabrasil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário