quinta-feira, 28 de setembro de 2017

NÃO TROPECE NA LÍNGUA




AS CENTRAIS ELÉTRICAS

--- Como se escreve: as Centrais Elétricas do Brasil será... ou serão...? No caso do singular, como uso habitualmente, por entender que (Centrais Elétricas do Norte do Brasil) substitui (a empresa), ou no plural e por quê? A.C., Brasília/DF

Neste caso deve-se usar o artigo e o verbo no plural:

As Centrais Elétricas do Norte serão responsáveis por eventual dano. 

Foi noticiado que as Centrais Elétricas de Santa Catarina – Celesc promoveram alterações no design das faturas.

Por quê? Porque neste caso existe uma designação que impõe o emprego do artigo no plural, ou seja, há um substantivo – Centrais – que serve para designar ou nomear a entidade de que estamos falando e com o qual se faz a concordância, mesmo que se refira a uma empresa só. O gramático Napoleão M. de Almeida diria que “já existe uma especificação determinante de atividade de pessoa jurídica, especificação que nos obriga a concordância em gênero e em número”. São casos semelhantes:

Vou comprar uma geladeira nas Casas Bahia.

As Casas Pernambucanas tiveram seu auge na década de 70.

Microempresas do Rio Grande do Sul produziam para as Lojas Alfred.

É diferente a situação quando 1º) nós nos referimos apenas ao nome próprio (que estiver no plural) de um empreendimento ou organização jurídica deixando de lado a indicação ou especificação de sua atividade (como editora, companhia); 2º) essa especificação no plural (joias, consórcios, tecidos, móveis) faz parte do nome-fantasia da empresa e vem em segundo lugar. Vejamos dois exemplos de cada tipo:

A Autores Associados, de Campinas, fará o lançamento de seu livro. 
[= a Editora Autores Associados]

Seu avô trabalhou muitos anos para a Melhoramentos. 
[a Companhia Melhoramentos] 


Fez a vitrine para a Guta Joias, que vai inaugurar uma filial.

A Gulliver Consórcios, empresa muito dinâmica, está buscando a adesão de novos consorciados.

Ainda quanto às empresas de energia, deixe artigo e verbo no singular se usar apenas a sigla:

A Celesc vai aumentar o número de linhas instaladas.

--- A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo tem um programa intitulado “Programa de Eficientização Energética”, ou seja, serão realizadas diversas atividades com o objetivo de fazer com que as indústrias saibam como reduzir o consumo de energia. Pergunto se o termo “eficientização energética” estaria correto. C. M. S., São Paulo/SP

Falar ou escrever “eficientização energética” é correto, sim. A língua nos faculta a criação de neologismos para satisfazer uma necessidade de comunicação, se já não houver palavras antigas e mais expressivas com esse fim e desde que atenda aos princípios que regem a formação de palavras do nosso léxico.

Eficientização (na mesma linha de “otimização”) deriva de “eficientizar” (eficiente + sufixo izar), que significa “tornar eficiente” [o consumo de energia]. Não é isso o que se pretende?

Fonte: www.linguabrasil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário