terça-feira, 24 de março de 2020

VENENO NA INTIMIDADE

"Em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher" - diz o ditado.

O leitor já deve ter lido sobre tentativas bizarras de tirar a vida do parceiro, mundo afora, mas vai se surpreender com esta: uma paulista de São José do Rio Preto teria colocado veneno nas próprias partes púdicas para tentar intoxicar o marido. 

O homem, que diz não ter caído na manobra, suspeitou de algo estranho, vestiu-se e correu para a delegacia. Ali contou tudo ao plantonista. 

Surpreso com o inusitado, o escrivão mandou chamar o delegado. Este mandou que o homem supostamente intoxicado fosse imediatamente periciado. Mais: que a mulher fosse buscada em casa, para submeter-se a uma perícia ginecológica. 

Contrariando o ditado que inicia o romance de hoje, o ofício expedido ao médico de plantão no hospital definia: a) "fazer uma coleta na região genital supostamente intoxicada da mullher". Em outras palavras, mandava "meter a colher".

Obtido o material, ele foi enviado para São Paulo (capital), para ser examinado. Com o retorno e o relatório do inquérito, tudo foi remetido ao fórum.

Mas há segredo de justiça.

Fonte: www.espacovital.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário